EXTRA! PT sem aliança para 2022 em Sergipe

Mesmo com todos os problemas, decorrentes não apenas de desajustes internos, mas de muitas acusações e de forte campanha mediática contrária, o PT continua sendo o maior partido de oposição no Brasil.

Talvez por isso, o ex-presidente Lula, que não poderá ser candidato a mandato eletivo também em 2022, disse semana passada, em entrevista ao portal UOL, que o partido terá seu próprio candidato a presidente da Republica, ou seja, sem aliança.

Com isso, obriga os diretórios estaduais a se virarem para as eleições vindouras.

Partido dos Trabalhadores / Arquivo.

Em Sergipe, por exemplo, todos os políticos, gostando ou não, sabem que o senador Rogério Carvalho será candidato a governador. E mais: que não terá o apoio do governador Belivaldo Chagas (PSD).

Prevalecendo o que disse Lula, que manda e desmanda no PT, Rogério não poderá fazer alianças formais, nem mesmo com o PCdoB, parceiro de tantas empreitadas, mas que vive sob o mando do prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PDT).

Com isso, não se pode afirmar que caminhará sozinho, é exímio articulador, tem fama de “homem de palavra”.

 

Home

Deixe uma resposta