Polícia prende em SC investigado pelo golpe do WhatsApp fake em SE

O Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri), com o auxílio da Polícia Civil de Santa Catarina, deflagrou a Operação “Oi, esse é o menu número novo”, que resultou no cumprimento do mandado de prisão contra um homem investigado pelo Golpe do Falso Número ou Golpe do WhatsApp Fake. A investigação foi conduzida pela Delegacia Especial de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC), vinculada ao Depatri. A prisão ocorreu em Florianópolis, capital de Santa Catarina. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 9.

De acordo com o diretor do Depatri, delegado André Baronto, a vítima recebeu um contato que se passava pela filha, que está estudando fora do estado de Sergipe. Após o contato, o golpista conseguiu que a vítima acreditasse que estava conversando com a filha, conseguindo transferências bancárias.

“Com o andamento da investigação e após uma complexa análise de dados foi possível identificar que o suspeito estava residindo em Florianópolis (SC) e que seria natural de Goiás, já tendo respondido penalmente por porte de arma e tráfico de drogas. Assim, iniciaram-se as trocas de informações com a Polícia Civil do Estado de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI)”, detalhou o delegado.

No cumprimento do mandado de busca, foram apreendidos notebook e celulares possivelmente utilizados pelo investigado na prática do golpe.

Nome da operação

Geralmente, o golpe começa com alguma frase do tipo “Oi, esse é o meu número novo”. A operação foi batizada com esse nome justamente para alertar a população. O golpista utiliza um número novo e finge ser um familiar ou amigo da vítima, alegando que mudou de número.

Em seguida, o golpista pede transferências bancárias ou pagamento de boletos, alegando algum problema ou emergência. O objetivo é induzir a vítima a realizar transferências bancárias antes que perceba que está sendo enganada. Esse golpe explora a confiança e a preocupação imediata das vítimas, para obter vantagem financeira de forma rápida.

 

 

Fonte: SSP/SE

Deixe uma resposta